Esta exposição de pintura e vídeo-arte da autoria do artista Pedro dos Santos Silva, cujo título invoca um poema de Daniel Faria, parte do contexto da tradicional procissão ao Santuário de Nossa Senhora da Guia, a 15 de Agosto, e procura ser alegoria da caminhada, sem morada perpétua, que todo o ser humano é chamado a realizar no mundo (lugar onde experimenta a sua finitude).
Caminho exterior como pretexto para um caminho interior, ao mais profundo de si mesmo, onde não há de faltar a distância.

Esteve patente na Casa da Cultura-Museu da Escola de 7 a 18 de agosto de 2018.