Nos dias 12 e 13 de Setembro realizou-se o 3º Seminário “Camilo e Ribeira de Pena”, organizado pelo Município de Ribeira de Pena, através do Ecomuseu, com o apoio da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, do Grémio Literário Vila-Realense e da Casa de Camilo-Museu.Centro de Estudos.

Esta terceira edição contou com a presença de dezenas de apreciadores da obra camiliana, oriundos de Portugal e de Espanha, e da presença de diversas edilidades regionais. O seminário incluiu reflexões sobre a atualidade de Camilo Castelo Branco, e sobre os seus trabalhos como jornalista, poeta e dramaturgo, explorando facetas menos conhecidas do autor. Paralelamente, a ligação do escritor a Ribeira de Pena foi um tem a recorrente nas apresentações. O programa incluiu ainda o III Almoço Camiliano, os participantes foram convidados a viajar até Bragadas, uma terra que inspirou Camilo, para saborear a gastronomia local baseada na obra camiliana, que foi muito elogiada.

O programa incluiu ainda a apresentação de uma nova edição da novela “Maria Moisés” e do livro “Viajar com … Camilo Castelo Branco”, de Aníbal Pinto de Castro e José Manuel Oliveira, ambos editados pela Opera Omnia com o apoio do Município de Ribeira de Pena. Foi também inaugurada a exposição “Camilo-Ícone do Romantismo” na Casa de Camilo-Friúme, sob comissariado de Paulo Sá Machado. À noite, teve lugar a performance cénica “Serão dos encamisados, estúrdias, rondas e rópias na Romaria de S. Bartolomeu” pela companhia de teatro Filandorra. No segundo dia, os camilianistas conheceram diversos locais que integram o Roteiro Literário Maria Moisés, que foi apresentado ao público, pela primeira vez, neste seminário camiliano. Tiveram ainda possibilidade de participar no Almoço Literário, dinamizado por Joaquim Jorge Carvalho.

O Presidente Rui Vaz Alves declarou que era com orgulho que constatava que 125 anos após a trágica morte de Camilo Castelo Branco, este escritor que viveu em Ribeira de Pena e a sua obra em particular continuam a agradar e a despertar tanto interesse, acrescentando ainda que este seminário enalteceu sublimemente a cultura, o património e a gastronomia locais.

 

+ info